Ago-Tago

Agende uma palestra aberta ao público

O público tem curiosidade e precisa saber direito o que é o esperanto para poder decidir se matricular em um curso.   Escolha um local de acordo com seu público alvo.

 

 

 Divulgue

Divulgue o esperanto, de preferência no dia do Ago-tago brasileiro,  chamando para a sua palestra.  Use cartazes, panfletos, envie matéria para jornais, TVs e rádios. Divulgue também nas redes sociais da internet.

 

 

Palestra e Curso

  Durante a palestra será possível informar sobre o esperanto e convencer o público a fazer o curso.   Marque a palestra no mesmo local, dia e hora que vai acontecer o curso.  Caso não seja possível oferecer um curso presencial, indique  cursos virtuais

 

      

 

História do Ago-tago

Durante o UK em Viena – 1992  John Spencer, da Verdula E-Asocio e Alberto Menabene (ERA) pediram ajuda a Laszlo Szilvasi, redator de Eventoj para divulgar a idéia de demonstrações nas ruas .   As primeiras chamadas apareceram nos números 0013 , 0014, 0015 e 0018 da revista Eventoj.    Houveram algumas reações negativas ao nome  “demonstrações”, e Laszlo Szilvasi criou o nome Ago-Tago.    O foco principal da idéia é que as manifestações acontecem no mesmo dia no mundo inteiro, mas foi escolhido o segundo sábado de outubro por ser data oportuna ao calendário escolar europeu.

A partir de 2004, o presidente da UEA, Renato Corsetti começou a questionar a eficácia da data única.   Em 2005 já foi realizado o um Ago-Tago em fevereiro.  Em 2006, no UK de Florença foi discutido sobre a necessidade de termos diferentes Ago-tagoj en diferentes partes do mundo, porque devemos considerar principalmente os momentos diferentes, em que se findam as férias e recomeçam o ano letivo.   No ano passado houve uma intensa discussão e diversas cidades do Brasil  realizaram o Ago-Tago em março.

Data do Ago-tago brasileiro 

Nos anos passados foram realizadas com sucesso experiências de Ago-Tago aproveitando o início do ano letivo brasileiro (fevereiro e março) e o preço promocional de impressos em grande quantidade.   

 Sugerimos que o Ago-Tago seja realizado após o carnaval.

 

Público alvo

Segundo estudo do esperantista alemão Lu Wunsch-Rolshoven, para uma boa divulgação é preciso ter uma público alvo definido, ao invés de panfletar aleatoriamente em praça pública.   Uma divulgação intensa a um público menor possibilitará que o todo o público alvo receba a informação e a comente entre si, aumentando a fixação da informação.

  • divulgação intensa a um grupo pequeno (de 1.000 a 10.000 pessoas).
  • jovens de 14 a 25 anos.
  • escola de ensino médio,  faculdades ou departamentos de línguas, relações internacionais, comércio exterior, computação de uma universidade.

Caso seu grupo não consiga acesso a universidades e escolas, procure outro local para sua divulgação, como uma igreja, centro espírita, centro comunitário, etc.   Uma vez escolhido o tipo de público e o local da palestra e curso, envie informação para outros locais de público semelhante (outras igrejas da mesma linha, outros centros espíritas, outros centros comunitários)

Modelos de impressos

 

Folhetos 30 x 20 cm (dobrado em 3)  – 100 unidades 

O folheto “Quem fala Esperanto fala com o mundo”” é um belíssimo material colorido, tamanho A4, dobrado em 3, em papel couché.  100 unidade por R$ 16,oo e podem ser adquiridos pelo libroservo

quem-fala

 

________________________________________________________________

 

Brochura Descubra o Esperanto – 24 páginas

Fartamente ilustrada com fotos em cores, a brochura contém informações básicas sobre a língua e o movimento esperantista, uma apresentação linguística do esperanto, depoimentos pessoais, pequena biografia de Zamenhof, um artigo de Claude Piron e uma coleção das perguntas mais frequentes sobre a Língua Internacional.

R$ 1,30 a unidade e pode ser adquiridos pelo libroservo

descubra

 

_____________________________________________________________

Folhetos 10×14 cm – 2.500 unidades

verso personalizado com informações locais  (se quiser modificar a frente, use o gabarito)

Para distribuição em maiores quantidades recomendamos o folheto couché (brilhante) 90g    10×14 cm – colorido frente, PB verso  – 2.500 unidades   

sem verniz R$ 75,40 + calcular frete  (valor aproximado. Pode ser feita retirada gratuita em algumas cidades)    página da gráfica

 

________________________________________________________________

CARTÃO DUPLO – 9×10 cm – 1.000 unidades

verso personalizado com informações locais  (se quiser modificar a frente, use o gabarito)

cartão duplo couchê 250g   9×10 cm – colorido frente, PB verso, verniz frente- 1000 unidades
R$ 36,80 + calcular frete (valor aproximado. Pode ser feita retirada gratuita em algumas cidades)   página da gráfica

verso personalizado com informações locais

________________________________________________________________

MARCADOR DE LIVRO  – 5×18 cm – 1.000 unidades

verso personalizado com informações locais  (se quiser modificar a frente, use o gabarito)

cartão duplo couchê 250g   5×18 cm – colorido frente, PB verso, verniz frente- 1000 unidades
R$ 36,80 + calcular frete (valor aproximado. Pode ser feita retirada gratuita em algumas cidades)   página da gráfica

marcador-ismenia-2014

verso personalizado com informações locais

____________________________________

CARTÃO SIMPLES – 9 x 5 cm – 1.000 unidades

verso personalizado com informações locais  (se quiser modificar a frente, use o gabarito)

cartão simples couchê 250g   9×5 cm – colorido frente, PB verso – 1.000 unidades
R$ 18,60 + calcular frete (valor aproximado. Pode ser feita retirada gratuita em algumas cidades)    página da gráfica   

 

cartao-2013

verso personalizado com informações locais

 

________________________________________________________________

 

 

Forma de pagamento

Depósito ou transferência na conta da gráfica www.cartoesmaisbarato.com.br nos bancos BANCO DO BRASIL, BRADESCO, BANCO ITAÚ, SANTANDER e CAIXA

6 respostas para “Ago-Tago”

  1. Desejo saber o preço do frete para Maceió para depositar o valor de 1000 cartões duplos.
    Obrigado!

  2. Alvaro Borges de Almeida Motta says:

    Sugeriria que a página da BEL incorporasse na pagina do Ago-Tago a tradução para o português das Diretrizes da UEA para divulgação que consta em todo e qualquer Jarlibro.

    Se quisermos fazer uma divulgação mais eficiente deveríamos atentar para estas diretrizes da UEA. Principalmente para a reprodução do nosso material de divulgação, que a meu ver não faz qualquer tipo de conscientização a respeito da desigualdade linguística existente no mundo. Sem tocar neste tema, a proposta do Esperanto fica extremamente empobrecida. A mensagem que fica é que o Esperanto foi criado somente para facilitar o aprendizado de outras línguas e para se hospedar de graça na casa dos outros. Depois a gente não consegue entender porque é tão difícil encontrar pessoas dispostas a colaborar com o movimento esperantista…

    • Emilio says:

      Caro Álvaro, existem várias propostas de mensagem aqui. Note que o folheto editado pela BEL, e a brochura, que aparecem em local de destaque, contemplam a proposta completa.

      Por favor indique o endereço da tradução das diretrizes da UEA, que publico aqui.

  3. Victor says:

    É possível a aquisição do folheto 10×14 cm em quantidades menores, como por exemplo, 300 a 500 unidades?

    Nessa quantidade e valor fica complicado para um samideano como eu, trabalhar sozinho, como ainda de fato está sendo a realidade em minha cidade…

    Muitos interessam, alguns aprendem, mas quase nenhum divulga ou trabalha pelo Esperanto…

    • Emilio says:

      Victor, o mínimo que essa gráfica faz é mil, e custa R$ 68,70 (sem verniz). Sugiro o cartão duplo, ou o marcador de livros. Outra opção são os folhetos da BEL que podem ser comprados a partir de 100 unidades.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *