O que é?

O que é?

O Esperanto é uma língua internacional e neutra. É um eficiente instrumento para a preservação de todas as línguas e culturas do globo.

Uma segunda língua para todos. A idéia-base do Esperanto foi lançada pelo médico polonês aos 28 anos, Dr. Lázaro Zamenhof, em 1887, há mais de  125 anos. Desde então, o projeto de língua planejada transformou-se em uma língua viva, com cultura própria, mas internacional, e até mesmo com falantes nativos.

O Esperanto não pertence a nenhuma nação e pertence a todos. A proposta do Esperanto é que cada povo continue a falar sua língua materna e use o Esperanto nas comunicações internacionais.

Clique nas setas abaixo para ler mais em cada seção

Aprender Esperanto é 10 vezes MAIS FÁCIL e RÁPIDO do que aprender Inglês, ou qualquer outra língua natural. Em esperanto é possível combinar partes de palavras, como em >>

um jogo de montar e formar centenas de outras palavras. O Esperanto multiplica palavras.  Veja como funciona:

baixar apresentação PPS            baixar vídeo  MP4

 

O Esperanto é uma língua viva, cerca de 2 milhões de pessoas falam Esperanto, em 115 países. No mundo, existem mais de 6 mil línguas, e o Esperanto está entre as 300 línguas mais faladas. Apesar de não existir um país >>

que fale apenas Esperanto, ele está presente em 115 países e é provavelmente a terceira língua geograficamente mais bem distribuída.

A Enciclopédia Britannica estima que mais de 100 mil pessoas usem o idioma em todo o mundo. Já a Ethnologue: línguas do mundo, uma das mais importantes enciclopédias sobre línguas, considera que existam, hoje, cerca de 2 milhões de falantes com fluência nível C1, isto é, quase nativa.

 

Existem mais de 35 mil livros e 2 mil periódicos em Esperanto. Um enorme número das grandes obras literárias já foi traduzido para o Esperanto, desde a Bíblia e o Alcorão até as obras de Dante, Camões e Shakespeare. Autores modernos, como >>

Garcia Lorca, Jorge Luis Borges e Jorge Amado também têm traduções em Esperanto. Da literatura brasileira, livros como Dom Casmurro, Memórias póstumas de Brás Cubas, Vidas secas e O alquimista possuem traduções bastante elogiadas. Até mesmo a biografia de Pelé possui uma tradução para o Esperanto, autografada pelo próprio ídolo.

O Museu do Esperanto, fundado em 1927 e hoje departamento da Biblioteca Nacional da Áustria, possui em seu acervo mais de 35 mil livros e 2 mil periódicos, além de outras dezenas de milhares de manuscritos, panfletos, fotografias e objetos relacionados. O catálogo da Associação Mundial de Esperanto, com sede na Holanda, possui quase 7 mil livros e outras mídias para venda. Além disso, em diversos portais e páginas da internet, como, por exemplo, no portal Domínio Público, do governo brasileiro, é possível obter de centenas a milhares de obras em e sobre Esperanto.

 

Há ainda muitos trabalhos escritos originalmente em Esperanto. Algumas destas obras tornaram-se tão importantes, que foram traduzidas para vários outros idiomas, como é o caso do poema épico modernista La infana raso (A raça menina), do escocês William Auld, cuja obra original em Esperanto lhe rendeu repetidas nomeações ao prêmio Nobel de literatura.

 

O Esperanto é reconhecido pela ONU e UNESCO. Desde a apresentação de sua base, em 1887, o Esperanto ganhou falantes das >>

mais diversas partes do mundo, que em muito contribuíram para sua fundamentação e evolução como língua. São inúmeras as diversas manifestações da cultura em Esperanto, desde a literatura ao cinema. Milhares de páginas na internet e redes sociais, transmissões diárias de rádio e encontros e congressos, sejam regionais ou mundiais, garantem um intenso intercâmbio de idéias e sentimentos entre pessoas. Tudo isso comprova que o Esperanto tornou-se e é uma língua viva.

Hoje, principalmente na Europa e na China, o Esperanto é matéria de estudo em diversas escolas e universidades. Na Polônia, uma das maiores universidades do país, a Universidade Adam Mickiewicz, em Poznan, oferece um curso de pós-graduação de três anos na área da linguística dado completamente em Esperanto. Na Hungria, o Centro de Ensino Avançado de Idiomas, da Universidade Eötvös Loránd, em Budapeste, responde pela certificação de proficiência em Esperanto para toda a União Européia. Em San Marino, a Academia Internacional das Ciências San Marino, uma das universidades daquele país, tem o Esperanto como única língua oficial.

Além disso, a ONU, por meio da UNESCO, reconhece oficialmente o Esperanto como língua e recomenda seu ensino aos países membros.

 

 

O estudo preliminar do Esperanto, auxilia o aprendizado de outras línguas. Isso e´ um fato comprovado por experiências em >>

Universidades européias. Quem estudou Esperanto, tem muito mais facilidade de aprender Inglês ou outra língua estrangeira.

Pessoas que nunca conseguiram aprender Inglês, poderão ter sucesso, após um curso de Esperanto.

O Inglês em si não é uma língua difícil. O que nos atrapalha a falar Inglês ou outra língua estrangeira fluentemente, é a nossa dificuldade de pensar em outra língua que não seja a nossa língua materna. Enquanto o aluno estiver fazendo traduções mentais da língua materna para a língua estrangeira, ele jamais falará essa língua fluentemente. É necessário aprender a pensar diretamente na língua estrangeira, sem traduções.

Como o Esperanto é lógico, regular e racional, torna-se muito mais fácil de atingir esse objetivo. Depois de aprender a pensar em outra língua que não seja o português, você poderá aprender Inglês, Espanhol ou até Chinês, muito mais facilmente.

Pesquisas Científicas sobre o Valor Propedêutico do Esperanto Realizadas em Vários Países

 

Para que aprender Esperanto, se já existe o Inglês ? O Inglês é uma língua muito importante, principalmente >>

nos negócios. Muitas pessoas o estudam, mas somente 300 milhões de pessoas falam Inglês, o que representa apenas 6% da população mundial (Ethnologue: línguas do mundo).

Ensinar Inglês a 94% do mundo é uma tarefa difícil que dispende muito tempo e dinheiro, com resultados insatisfatórios. Além disso, os países de língua inglesa obtêm enormes lucros com cursos e produção cultural nessa língua.

A Inglaterra obtém mais lucro através da língua inglesa do que com a exploração do petróleo do Mar do Norte.

A produção cultural norte-americana, como cinema e música, inviabiliza a produção cultural de muitos países. Por esses motivos a utilização de uma língua nacional, como o Inglês, Espanhol, ou Chinês, na função de língua internacional sempre acarretará uma situação de injustiça, na qual alguns países são privilegiados e outros prejudicados.

Rainha Elizabeth discursa na ONU em Inglês impecável, mas a audiência precisa de fones de ouvido com tradução simultânea

Por outro lado, você pode aprender Esperanto com sucesso em pouco tempo, viajar e fazer contatos com esperantistas no mundo inteiro.

- Se você quer fazer contatos e amizades internacionais, aprenda Esperanto.

- Se você quer valorizar seu currículo, aprenda Inglês.

- Mas se você for inteligente, aprenda as duas línguas, e outras mais, começando pelo Esperanto, que é a mais fácil.

Assista a um vídeo de 8 minutos com Claude Piron, tradutor da ONU e da Organização Mundial de Saúde, por 20 anos professor do Depto. de Psicologia da Universidade de Genebra. (clique em CC para ativar a legenda em português).

 

Concorra a 4 viagens internacionais com hospedagem gratuita. Se você tem até 30 anos e já fala Esperanto com>>

fluência, você pode concorrer a três viagens internacionais pagas pela Organização Mundial da Juventude Esperantista e mais uma pela Organização da Juventude Esperantista Brasileira para participar do Congresso Mundial de Esperanto, que a cada ano acontece em um país diferente.

A hospedagem é gratuita através do Pasporta Servo.

Se você ainda não fala Esperanto, corra e clique abaixo para começar a aprender e candidate-se às viagens no ano que vem.

 

Conheça mais e veja como é a comunidade esperantista, assistindo o filme Esperanto é >>

 

Como aprender Esperanto

 

 

 

12 respostas para “O que é?”

  1. O Esperanto me conquistou. Não encontrei uma ideia tão fantástica por sua praticidade e facilidade para a comunicação entre os povos quanto a de que cada pessoa bastaria aprender o Esperanto. Com o Esperanto todos no mundo poderiam se comunicar com todos.

  2. Sady Metzdorff says:

    Esperanto é uma solução moderna, prática,transnacional, aglutinadora e absolutamente neutra para a perfeita intercomunicão da humanidade em seu atual estágio de evolução tecnológica, social e de desenvolvimento sustentável!

  3. Jorge Moura says:

    O Esperanto é a lingua que, por ser fácil e simples, vai permitir que todos no nosso planeta possam se comunicar sem barreiras. Já imaginou podermos ir para o Nepal sem necessitar falar o idioma local?

  4. É internacional? Sim, porque não pertence a ninguém, é de todos, em igualdade de condições!

  5. Um amigo recentemente me disse que para ele o inglês é suficiente, pois ele viaja muito e se “comunica” perfeitamente com ele. E o que seria “comunicar-se perfeitamente”? Indicar um endereço ao taxista? Perguntar onde fica o hotel? Qual o ônibus? Escolher o prato no restaurante?
    Não. Comunicar-se é muito mais do que isso! Afinal, até mesmo em nossa terra natal, algumas vezes, temos que ler cardápios em francês para escolhermos a refeição. Mas, e a troca de experiências que tanto enriquecem as relações humanas? Viajamos apenas para agradar aos olhos? Quantos de nós se arriscariam a enfrentar um debate filosófico com um nativo do idioma inglês? Ou mesmo um debate político, ou técnico que seja, por mais formatado que seja o conteúdo? Quantos de nós alcança as sutilezas das mensagens contidas em poesias, se estas estiverem escritas em outros idiomas que não o nosso? A aviação enfrenta ainda hoje o grave problema de mal entendimento entre pilotos e controladores de vôo, o que representa um alto índice de causas de acidentes aéreos.
    Comunicar-se é, fundamentalmente, se fazer entender, porém, a complexidade do pensamento, das atividades e, principalmente, do sentimento humano atingiram níveis muito mais exigentes de compreensão. A relação humana hoje exige mais do que meras interações comerciais. As pessoas querem se relacionar também com o sentimento, entender o coração do outro e viver mais plenamente. O Esperanto é a melhor proposta!

  6. Esperanto é a solução para a comunicação final, maior ou melhor entre os povos de toda a Terra, sem as barreiras do preconceito, discriminação, xenofobia, sectarismo, mas sim na direção da transnacionalidade, da solidariedade e da fraternidade entre as Nações e , finalmente, da tão sonhada, possível, necessária e indispensável paz internacional!

  7. Esperanto is best solution for the international peace!

  8. Esperanto faras gefratojn en la tuta mondo!

  9. desiree costa says:

    gente acabei de achar um livro do esperanto aki no banco de uma galeria em bangu,gostaria de saber mais sobre o que se trata…

  10. Graça Maria da Silva says:

    Boa noite gostaria de ganhar uma bolsa para o curso de Esperanto sou surda tenho dificuldade para aprender uma segunda linga e achei o Esperanto fácil agradeço a quem possa me ajudar

  11. Eliana M Paixão says:

    Pra dizer a verdade eu gostei muito sobre, como aprender esperanto,
    quero muito aprender!
    Viajo sempre com meu esposo para o exterior e ja estou precisando deste bendito esperanto.
    Espero gostar e encontrar mais informaçoes a respeito.
    Att,
    Obrigada,
    Eliana.

Deixar uma resposta

Connect with:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>